Eletricidade sob controlo - Menos consumo, mais estabilidade

GEANOVA-1250x540.jpg

A indústria precisa de energia. Muita energia. A produção de perfis para janelas da GEALAN na unidade de Tanna consome, por dia, o equivalente à média de um agregado familiar de quatro pessoas ao longo de 25 anos. A corrente vem da tomada, mesmo na GEALAN.

No entanto, as empresas com consumo intensivo de energia têm uma responsabilidade especial pela utilização consciente da energia sob todas as suas formas. A quantidade e o momento em que a eletricidade flui da rede para as máquinas e sistemas GEALAN são determinados pelo chamado sistema de gestão de carga. Este monitoriza e controla o consumo de energia. Holger Thoß é o cérebro por trás do sistema de gestão de carga. É diretor dos serviços técnicos e responsável pela energia na GEALAN. O seu método de controlo assenta em três princípios: sustentabilidade – preservação dos recursos e das infraestruturas – rentabilidade.

"Consumimos eletricidade de forma inteligente", diz Holger Thoß, "porque tentamos obter energia elétrica da forma mais uniforme possível." Tentar é um eufemismo – a GEALAN assumiu esse compromisso e, no âmbito da digitalização, instalou um sistema que compensa as flutuações e adverte para picos iminentes. "O consumo de eletricidade é documentado a cada quinze minutos. Se se tornar evidente que um limite de consumo definido será excedido dentro de um quarto de hora, o sistema de gestão de carga reage." A unidade de Tanna não fica parada nem às escuras subitamente – as intervenções são bem pensadas e não afetam a produção. Por exemplo, um sistema de mistura de material pode ser desligado por alguns minutos ou o arranque de uma extrusora pode ser atrasado após uma pausa para configuração. Thoß depende da colaboração dos departamentos, todas as medidas devem ser coordenadas. O limite de quinze minutos especificado não é aplicado de forma aleatória nem com base em médias – é válido para o total de 35040 quartos de hora do ano. Se o fornecedor de energia detetar um consumo excessivo em apenas um quarto de hora, a GEALAN perde muitas centenas de milhares de euros em tarifas bonificadas de acesso à rede.

30 milhões de kilowatt horas

O planeamento e a flexibilidade devem complementar-se mutuamente: "É difícil prever com rigor o consumo para todo o ano em janeiro. Em anos como 2020, a margem de erro é muito grande. No entanto, fomos adquirindo experiência. Ferramentas de planeamento baseadas em software ajudam-nos a estimar o consumo de energia com grande precisão. Em sete anos de gestão de carga, só uma vez falhámos os critérios de bonificação ou renunciámos de forma intencional ao reembolso devido a um número excessivamente elevado de encomendas." A GEALAN compensa a desvantagem da localização com uma gestão de carga inteligente: na Alemanha, um quilowatt-hora de eletricidade custa duas a três vezes mais do que na França ou na Polónia. "Com um consumo anual de 30 milhões de quilowatts-hora, dependemos da tarifa bonificada de acesso à rede. O operador da rede de eletricidade compensa a previsibilidade do nosso consumo."

A energia é a quarta maior fonte de despesa da GEALAN, depois dos custos de material e matéria-prima, pessoal e logística. A corrente elétrica é a principal forma de energia – de uso universal, prontamente disponível, sem complicações de transporte, mas dispendiosa. Por conseguinte, interessa à empresa minimizar o seu consumo. "A GEALAN possui a certificação ISO 50001 desde 2013. Esta norma estabelece critérios para uma gestão sistemática da energia. As auditorias anuais analisam as nossas medidas e avaliam os resultados." Para extrudir uma tonelada de PVC, a GEALAN consumia, há quinze anos, cerca de 60% mais eletricidade do que atualmente, embora os processos de arranque, que fazem uma utilização intensiva de energia, se tenham tornado mais frequentes – dada a maior diversidade de produtos e a redução da escala das encomendas. Holger Thoß: "Fizemos um grande investimento na produção eficiente de ar comprimido e refrigeração e reduzimos o consumo para metade. Convertemos a iluminação em LED, equipámos as extrusoras com acionamentos e controlos mais eficientes, isolámos condutas, intensificámos a utilização de calor residual: um sistema de recuperação converte o calor da extrusão em energia de aquecimento para logística. Pusemos em movimento a grande engrenagem da poupança de energia, só nos falta afinar os pormenores."

As energias renováveis não são facilmente possíveis

A GEALAN ainda não produz a sua própria energia, por muito óbvio que isso possa parecer. Segundo Thoß, é algo que está a ser ponderado, apesar dos obstáculos técnicos e burocráticos: "Por exemplo, os cálculos que fizemos para um pequeno aerogerador demonstraram que não seria economicamente viável para nós. Um aerogerador de maior dimensão teria uma relação custo-eficácia mais favorável, mas os terrenos de que precisaríamos estão ocupados. Os procedimentos de planeamento e aprovação de aerogeradores são morosos e levantam reservas junto da população. As capacidades de carga para instalação de painéis fotovoltaicos previstas nos regulamentos de construção atualmente em vigor não são suportadas pelos nossos telhados". No entanto, a GEALAN está claramente empenhada na transição energética: "Consumimos apenas eletricidade proveniente de fontes renováveis.

Quando Holger Thoß chegou à GEALAN em 2008, não havia sequer um eletricista a tempo inteiro que pudesse pensar em todas as questões energéticas e tecnológicas que se tornavam cada vez mais prementes. "Foi um bom desafio criar novas estruturas – com criatividade e iniciativa própria. O meu objetivo era modernizar e automatizar a engenharia elétrica e a tecnologia de operação e dos sistemas." Atualmente, a GEALAN emprega os seus próprios eletricistas e prestadores de serviços. Caso ocorra uma avaria, um dos radares de advertência precoce instalados por Thoß envia um alarme para os telemóveis dos técnicos para que os problemas possam ser eliminados antes de causarem danos: "O sistema controla e visualiza o estado de todos os sistemas críticos. Tornou-se uma ferramenta extremamente importante para nós, visto permitir manutenções em tempo útil e recolher dados valiosos. Estamos a aprender a monitorizar os sistemas de forma ainda mais inteligente."

GEALAN Energie Mix

Todos os quartos de hora contam! A cada 15 minutos, tem início um novo intervalo de tempo durante o qual a gestão da carga monitoriza o consumo de eletricidade da GEALAN e avisa quando o consumo se aproxima de um limite definido.

Duplo despedimento em vez do Plano B

No passado, as falhas no abastecimento interno de água ou arrefecimento foram, muitas vezes, gravemente prejudiciais para a produção. Há já alguns anos que são praticamente inexistentes, uma vez que o sistema de gestão de edifícios permite visualizar permanentemente no ecrã os componentes de acesso mais difícil dos sistemas. Se for identificada uma avaria grave, Thoß aciona um sistema redundante – a dupla instalação de componentes relevantes para o funcionamento é prevista há anos em todos os investimentos. "Uma produção estável consome menos energia, gera menos desperdício, é simplesmente mais económica. Em resultado, fornecemos aos nossos clientes produtos da melhor qualidade e de forma mais célere."

A GEALAN produz 24 horas por dia em Tanna, desde o início de janeiro até meados de dezembro. A margem para reparações é, por isso, mínima. Thoß tem de aproveitar da melhor forma a estreita janela temporal por altura do Natal. Para planear com precisão, baseia-se nos dados disponibilizados pelo sistema de gestão de edifícios.

"Mesmo que algo novo não funcione imediatamente como imaginámos: trabalhamos continuamente na automatização, na poupança de energia, na estabilidade dos sistemas. E contribuímos para boas condições de trabalho. As modernizações resultam em menos ruído e poeira e criam temperaturas agradáveis. Algo que é bem recebido pelos colegas da produção – um aspeto importante."

Holger Thoß gere 40 unidades com 100 máquinas de grande porte e 16 diferentes sistemas de controlo de máquinas.

Goetz-Gemeinhardt-100px

Götz Gemeinhardt

24/11/2021

Procura fabricantes de janelas próximo de si?

Utilize a nossa Pesquisa de Fabricantes.

Alguma dúvida?

Entre em contacto connosco.

GEALAN ACADEMY

O GEALAN ACADEMY oferece seminários orientados para o mercado sobre temas como direito em construção civil, vendas e tecnologia de janelas.

Não perca nenhuma notícia!

Eu gostaria de receber o newsletter "Objecto do Mês" e GEALAN-News por e-mail (aproximadamente duas vezes por mês) - gratuitamente e pode ser cancelado a qualquer momento.

Gealan

O grupo GEALAN conta-se entre os fabricantes líder de perfis em PVC para janelas e portas na Europa.

©2022 GEALAN Fenster-Systeme GmbH
Imprensa e notícias
©2022 GEALAN Fenster-Systeme GmbH